quarta-feira, 8 de junho de 2016

The Insiders - Testes de produtos

Olá meninas!!!

Hoje vou falar de um assunto que há muito quero compartilhar com vocês, mas estava aguardando ser escolhida para ver como funcionaria.

O site chama The Insiders, eu conheci através de uma mamãe num grupo do face que estava testando o AMOPÉ, eu achei muito muito interessante!!! Sempre quis fazer parte desse tipo de consumidores, formadores de opinião e afins. Quem me conhece, sabe que sou bem critica com produtos, atendimento e principalmente pós vendas.

O intuito desse site é que consumidores com perfil do produto a ser provado, deem sua opinião e que através do boca a boca o produto seja divulgado.

Demorei cerca de 3 meses para ser escolhida para a campanha da Pampers, eu já estava prestes a mandar um e-mail pra eles perguntando PELO AMOR DE DEUS o que fazer para ser escolhida?! Se eu não fosse escolhida para a campanha da Pampers eu ia pensar que tinha marmelada no meio, pois estou super no perfil, com bebê, várias amigas com bebês e já consumidora da marca....

Recebi um e-mail com a informação e dias depois recebi o produto! Impecável, como se eu tivesse comprado na loja. 

Vou explicar um pouco como funciona:

1) Cadastrar-se no Site The insiders (se quiser me enviar e-mail eu mando o convite);

2) Preencher o perfil, quanto mais informações eles tiverem de você melhor;

3) Acompanhar as campanhas e interagir com os blogs das marcas (no próprio site) e face da empresa anunciante e The insiders;

4) Quando uma campanha para o processo de escolha de consumidores que testarão o produto for começar, o site envia um e-mail perguntando se você quer participar. Se sim, você preenche um rápido questionário;

5) Depois disso você pode entrar no blog e colocar comentários e tal;

6) Toda participação em campanhas, questionários, convites etc geram pontos que, segundo eles, ajudam o insider a ter mais chances de participar;

7) Quando o processo termina, você recebe um e-mail dizendo se foi escolhida ou não.  Se escolhida deverá divulgar o produto com amigos (através das amostras ou do boca a boca) e nas redes sociais com #theinsiders e #doproduto conforme constar na cartilha enviada junto com o produto. 

8) Melhor de tudo, TODO processo é GRÁTIS.

Essa é a página inicial quando se loga no site. 



Bom, minha experiência vai até aqui por enquanto! Depois conto como foi o processo até o fim!!!

Bjos


quinta-feira, 14 de abril de 2016

Ajudando seu bebê a dormir a noite toda.



O que aprendi lendo o Livro Nana Nenê. 

 



Tenho visto muitas mães com problemas para que o bebê durma a noite toda, eu já passei por isso e sei muito bem como é desgastante.



Eu sei que tem pessoas que falarão que isso é apenas uma fase, pra aproveitar pois logo eles crescerão e sentiremos falta. Mas eu sou uma péssima pessoa sem ter algumas horinhas continuas de sono, fico estressada, mal humorada. Tirando tudo isso minha imunidade cai drasticamente.



Eu não estou fazendo propaganda do livro, nem dizendo que ele funciona para todos os bebês (apesar do livro informar que sim). Mas uma amiga leu, funcionou para ela, melhorou pra mim e para várias pessoas que passei as dicas...então, às vezes, não custa tentar. 


Uma coisa interessante que vi no livro é o termo criação cooperada ao invés de criação com apego, onde o bebe faz parte da família e não é o centro dela. Achei legal porque como mulher temos que continuar sendo esposas, filhas, profissionais, etc. 


Algumas dicas que achei importante:


- Alimentação: está altamente ligada ao ciclo do sono. Se o bebê come bem e tem uma rotina, ele dormirá bem. 


Minha experiência: Aqui era a mamadeira na hora que queria, pois como ela mesmo começou a mamar picado, toda hora ela me pedia, eu não sabia realmente quanto ela estava mamando e se estava mamando bem (fora o desperdício de leite). As sonecas também eram bem picadas, às vezes demorava mais pra ela dormir do que o tempo da soneca. 

Quando comecei a corrigir isso, não dar comida antes de 2:30h de intervalo já senti grande diferença na alimentação dela e pude controlar melhor. Eu dou mamadeira, acho que isso facilitou pra mim, mas no livro também ensinam mamães que amamentam no peito. 


- Rotina: Com muito esforço consegui criar uma rotina para ela. Ajudou muito!!! Mudou minha vida. Hoje ela tira duas sonecas durante o dia (estou aproveitando a soneca para escrever no blog), e é uma criança mais disposta.

O sono é fundamental para o bom crescimento e aprendizagem deles, fora que nesse tempo conseguimos fazer várias coisas necessárias.

Aqui tem horário para as sonecas, refeições e principalmente para dormir. 


- Hora do sono: Começamos a rotina do sono mais ou menos 19:30. Brincamos até esse horário... Depois começo a preparar o banho dela, troco, e com ela no colo preparo a mamadeira. Ela percebe que as luzes estão sendo desligadas, deito ela no meu colo e ela mama. Geralmente no fim da mamada ela já esta dormindo, ou se não, eu nino e canto pra ela até ela pegar no sono.



- Obs: o livro indica ensiná-los a dormirem sozinhos. Confesso que já tentei... tem dias que ela dorme outros não.

No livro fala que não faz mal chorar um pouco, desde que observe se não há fome, fralda suja e nenhum dodoizinho. 


Eu ainda não tive coragem de deixá-la chorando até pegar no sono. Mesmo porque as poucas vezes que tentei não resisti 5 minutos. Mas tem mães que conseguem (não as julgo). Porém achei uma questão interessante e concordei com livro, chorar não é de todo ruim.


Que filhos estaremos criando se no primeiro sinal de choro já corremos até lá pra resolver? Será que isso não criará um adulto mimado e manhoso? Hoje eu não saio correndo para qualquer choro. Às vezes mesmo de longe converso com ela para tentar acalma-la, dou umas bronquinhas já pensando na educação dela mais pra frente.


Voltando a rotina:


Clarooooo, que não consigo seguir a rotina a risca todos os dias. Passeamos, temos imprevisto, mas eu concordo que a rotina seja bom pra eles. Eu concordo que os pais tem que estar no controle da situação e não os bebês.

Quando comecei a agir assim, o peso da maternidade ficou bem mais leve pra mim!



Rotina da Bella – Escrever no papel faz muita diferença até você se adaptar. 


- 6h as 7h: Mama, assiste desenhos  (musicais ou em inglês)

(enquanto ela assiste desenhos eu tomo café, me troco, escovo os dentes)


7h as 9h30: Toma um banho de sol,  brinca, come frutinha, mama



9h30 as 11h: Soneca (se ela dorme só 30min, eu a ajudo a voltar a dormir pelo menos 1horinha)

(mamãe escreve no blog, da uma arrumada na casa, resolve assuntos)



11h às 14:30h: Brinca com brinquedos, com cachorrinho, fica no colo, almoça, e brinca de novo. 


14:30h às 16h: soneca (se estiver muito calor, tem um banho antes da soneca pra dormir melhor).



16h às 19h: Come frutinha, brinca com a mamãe no tapete, sozinha no berço, sai pra dar uma voltinha no condomínio e ver outras crianças, janta as 17:30h e continua brincando.



19:30h Começa a rotina do banho, alimentação e bercinho para dormir. 


20:00h/ 20:30h: dormindo.



Bom é isso meninas, espero que ajude!!! Qualquer dúvida me perguntem.

Super beijos.


quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

16 coisas que toda mãe de primeira viagem deve saber!

Quando viramos mãe um mundo novo se abre a nossa frente. Descobertas, alegrias, inseguranças e muito amor começam a fazer parte dos nossos dias (que nunca mais serão os mesmos).

Aqui vão algumas coisas que você deve saber antes de ser mãe, segundo a minha experiência.


1 - Os palpites virão de todos os lados, gente falando que você faz certo, gente falando que você faz errado. Tente filtrar o que for bom e bola pra frente.

2 - Se você tem desejo de amamentar, tenha em mente que não é fácil!!! Não tem nada de simples como mostram aquelas campanhas de amamentação, então procure informações enquanto ainda estiver grávida (pega correta, boca de peixinho, confusão de bicos, etc).

3 - Novas palavras farão parte do seu vocabulário: LM, LA, IA, pico de desenvolvimento, APLV e muito mais!!! Logo você ficará craque nelas...rs

4 - Sabe aquela vergonha de fazer perguntas bobas??? Você não terá isso com pediatra do seu filho, a qualquer coisa diferente vai querer falar com ele e se perguntará se as informações estão realmente corretas.

5 - Ter um grupo de apoio com mamães que estão passando ou já passaram pelas mesmas coisas vai te ajudar nas dúvidas e apertos do dia a dia. Isso  faz toda diferença.

6 - Você receberá tantas informações que ficará confusa. Respire, inspire e siga seu coração.

7 - Se quer economizar procure grupos de desapegos. A maior parte de produtos para bebês continuam novos como sapatinhos, roupinhas de passeios e alguns tipos de brinquedos. O bolso agradece.

8 - Você sentirá muita falta de sua vida "antes mãe", da liberdade, de sair, de dormir, comer e fazer o que quer na hora que quer. Mas mesmo assim ainda irá preferir a nova vida.

9 - Eu costumo falar que o primeiro mês é meio que desumano para mulher, dor do parto (seja ele normal ou cesárea), noites em claro, medos, dor pra amamentar, hormônios e muita insegurança do que vem pela frente. De um tempo para você! Na maioria das vezes logo tudo se ajeita.

10 - O seu foco nos supermercados, shoppings será outro. Sempre vai dar uma olhada na sessão infantil: fraldas, pomadas, roupinhas, lacinhos, etc. Muitas vezes sairá para comprar algo pra você e voltará com algo para o seu filhote...rs

11 - Cada descoberta do seu bebê te encherá de orgulho e felicidade. Só tente evitar as comparações com as outras crianças, cada bebê é único.

12 - Você valorizará ainda mais sua mãe, se perguntará como ela conseguiu fazer tantas coisas sozinha, passar por tantas dificuldades.

13 - As primeiras vacinas, o primeiro dodói farão você sentir uma dor nunca sentida antes! Você vai querer se colocar sempre no lugar do seu filho. Vê-lo chorar fará seu coração virar caquinhos (triste demais essa parte).

14 - Virar mãe é pagar a língua!!! Muitas coisas que você jurou nunca fazer, às vezes, serão sua salvação.

15 - Vai começar a falar com voz de criança para o seu bebê, assistirá desenhos e cantará musiquinhas infantis que não sairão (nunca) da sua cabeça.

16 - Não conseguirá mais imaginar sua vida sem essa nova criaturinha que te enche da mais linda alegria e felicidade.

domingo, 30 de agosto de 2015

Pulseiras anti-enjoo

Esse post é dedicado a todas gravidinhas e maridos que tentam desesperadamente aliviar os enjoos 
da gravidez.

Com a benção de Deus estou gravida e apesar de querer muito a vinda de um filhote confesso que a
fase “dura” dos 3 primeiros meses não é nada fácil.

Buscando em vários sites algo que pudesse amenizar meu desconforto, e querendo evitar ao 
máximo remédios, peguei a informação sobre uma pulseira náutica contra enjoos. 

Ela realmente parecia funcionar!

Vi vários comentários e sites, mas na verdade não achei nenhum comentário informando se havia 
resolvido ou não para enjoo gestacional. Apenas dúvidas e propagandas.

Arrisquei e desembolsei um valor aproximado de R$ 70,00 para comprar a pulseira que segundo 
fabricantes e sites é 100% natural, pode ser usada por qualquer tipo de pessoa. 
Fiquei esperando ansiosamente o recebimento.

A pulseira funciona conforme manual de instruções abaixo:

"A eficácia da pulseira anti enjoo se deve à pressão exercida por um botão colocado em sua parte interna. 
A pressão feita pelo botão, ativa o ponto denominado pela medicina tradicional chinesa como Ponto Nei-Kuan, 
localizado no centro de cada pulso.Ao sofrer pressão, este ponto estimula as fibras nervosas específicas, 
introduzindo a melhora de náuseas e vômitos.



Para que a pulseira tenho o efeito desejado, é preciso usar uma em cada pulso.

A pulseira precisa de 2 a 5 minutos para começar a agir, assim se for colocada antes da situação potencialmente 
desencadeadora de náuseas e vômitos, sua ação será intensificada. 

Recomendado para:

Náuseas por movimento (viagens);

Náuseas por gravidez (enjoo matinais)

Náuseas por quimioterapia;

Náuseas por pós-operatório;

Náuseas por labirintite e enxaqueca.



Pode ser usado por qualquer pessoa e criança acima de 3 anos de idade. Não causa sonolência.
Se causar irritação ou inchaço no local, descontinue o uso e procure seu médico".


Usei a pulseira mas não senti muito alivio nos enjoos. Acredito que quando estavam 
muito fortes ela até ajudava, mas não era boa o suficiente para cumprir o prometido.



Fora que meus pulsos ficaram marcados de tanta pressão. Tentei seguir as imagens 
e vídeos para colocar na posição correta. Mas depois de algumas semanas de uso 
acabei abandonando de vez a pulseira.

Fica minha dica para quem está em dúvidas de comprar ou não. Na minha opinião foi
dinheiro jogado fora. Infelizmente tive que passar a fase de enjoos com coragem,
força e fé!



Se você teve uma reação diferente por favor compartilhe!!!

Super bjos!